[Review] Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 – 3D

Publicado: 16 de julho de 2011 em Cinema, Filme da Semana

Sinopse: Na segunda parte do final épico da série, a batalha entre o bem e o mal no mundo da magia se torna uma guerra entre centenas de bruxos. Os riscos nunca estiveram tão altos e nenhum lugar é seguro o suficiente. Assim, Harry Potter precisa se apresentar para fazer o seu último sacrifício, enquanto o confronto final com Lorde Voldemort se aproxima. Tudo acaba aqui.

Deixa eu ver como posso comecar. Acabei de chegar do cinema, são exatamente 0h56, e cá estou eu sentado defronte meu computador, ainda tentanto fazer a ficha cair. Como os próprios cartazes “dizem”, tudo termina, infelizmente. Não tenho palavras concretas que consigam expressar o que foi acompanhar toda a trajetória da saga durante esses longos, porém divertidos, 10 anos. Me lembro como se fosse hoje o dia em que vi ‘A Pedra Filosofal’, em DVD, desde então passei a acompanhar fervorozamente as estréias dos filmes seguintes, assistindo todos nas estréias. Mas foram os livros que mais me influenciaram, posso afirmar com toda a certeza do mundo que senão fossem os livros do Harry Potter, eu não teria a leitura como um hobbie hoje em dia. Até por que os livros do Harry foram o primeiros livros que li por livre e espontânea vontade, ao contrario dos livros da época de escola.

A segunda parte d’As Relíquias da Morte’, começa exatamente onde parou a primeira parte (!), se fossemos assistir as duas partes seguidas, poderia ser facilmente definido como um filme de cerca de 5 horas de duração. A quem ainda diga, mesmo depois de ter visto o ultimo filme, que a decisão da Warner de dividir o filme em duas parte foi única e exclusivamente focada nos lucros. Não tão sou inocente a ponto de afirmar que os lucros não influenciaram na decisão, mas no fim das contas, as duas partes fecharam com chave de ouro a saga mais longa da história do cinema. É meio estranho compreender que não terei mais filmes para aguardar ansiosamente, no entanto, fico feliz em fazer parte da legião de fãs espalhados  mundo afora, que cresceram e amadureceram, juntamente com os personagens. Os filmes eram como uma espécie de companheiros, ou até mesmo um refúgio. Me sinto orfão.

Com a história quase toda esclarecida de maneira minunciona na primeira parte, a segunda fica com toda a adrenalina, sendo, de longe, o melhor filme da franquia. Algumas cenas, quando interrogam o Grampo e o Sr. Olivaras por exemplo, apresentam uma ligeira pausa entre as falas dos personagens deixando a tensão correr à solta, prendendo a atenção do público. Não tive nem tempo de chorar, por que as situações mudam rapidamente, não de uma forma ruim. Aqui tudo está em outro patamar, a atuação do trio principal é espetacular, os personagens secundários vez ou outra dão as caras para roubar a cena (destaque para a Profª Minerva). Juntando as duas partes, é inégavel o numero de personagens que foram mortos, ao invés de ter um momento longo e dramático em cada morte (na parte 2), há olhares preocupados e desesperados em parar aquela situação. A lógica do capitulo final é que se houve uma perda, é necessário juntar forças e seguir em frente para que nenhuma outra vida seja tirada em vão. Como o próprio Neville fala no filme,  as pessoas morrem, mas elas sempre estarão conosco, de alguma forma.

Os efeitos especiais estão impecáveis como ja era de se esperar. Algo que eu esperei um pouco mais, foi o 3D, mas mesmo assim o resultado é bastante satisfatório, já existem várias cenas de combates com feitiços voando para todos os lados. Assim como no livro, Voldemort ganhou mais espaço no longa, sendo um vilão mais ‘palpável’, interprado majestosamente por Ralph fiennes. Fazia tempo que não assistia um filme no cinema cujo público estava tão concentrado nas horas tensas, e  vez ou outra saiam alguns gritos e palmas de eufória mesmo nas cenas das batalhas, que nem de longe foi inaprópriado. Esse é também o filme mais violento de todos, vide a cena em que a cobra Nagini entra em ação para matar um personagem importante da história.

Conclusão.  O oitavo e último filme da Saga conclui a história de forma fanstástica, e prova que mesmo depois de 10 anos, continua surpreendendo os espectadores, até mesmo os que leram o livro pois as cenas são representadas de uma forma tão fiel ao livro que só um fã de verdade entende como é assistir algo exatamente como você havia imaginado. Um filme que foi um incrível presente para os fãs. Super Recomendadíssimo!!

Um pequena comparação, com o trio protagonista dos filmes, abaixo:

E que venham as maratonas de Harry Potter!!

~

Hélio


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s