[Review] Onde Vivem os Monstros

Publicado: 3 de dezembro de 2010 em Cinema, Filme da Semana

Olá galera, aqui vai a ‘primeira’ review fixa, não esquecam, todas as sextas teram posts de reviews de filmes. Se você quiser indicar um filme para ser a resenha, basta mandar a sugestão para o e-mail: pipocacomcajuina@gmail.com, ou comentar em alguma review.

O texto abaixo pode conter spoilers.

~

O filme de hoje é o ‘Onde Vivem os Monstros’ (‘Where the Wild Things Are’, de 2009). Quando vi as primeiras noticias desse filme, não fiquei nem um pouco interessado, a visão que eu tive era que seria um filme infantil e bobinho. Depois de um tempo, mais coisas foram divulgadas à cerca do longa, e aos poucos fui me interessando (não muito) em ver. O filme passou pelos cinemas e não tive a oportunidade e nem vontade bastante que me levasse aos cinemas para vê-lo.

Até que, por fim, assisti em casa. De fato, o filme é bobo. Não algo bobo estúpido e dispensável, mas sim um filme inocente e bem direto. O filme basicamente fala sobre amizade, tema simples, tratado de uma forma bem legal. Pode ser que para as crianças o filme não seja um prato cheio, comparando com os filmes que hoje em dia são direcionados para o público infantil, esse pode ser meio ‘chato’ na visáo deles. Desde o inicio do filme, fui com a cara do protagonista, posso arriscar que ele ainda aparecerá em muitos filmes futuramente. Ele faz o papel de uma criança que ao ‘brigar’ com a mãe, foge de casa e vai para uma ilha distante. Tenho que admitir que fiquei meio espantado com o modo com que o garoto simplesmente entra num barco e vai parar na tal ilha, mas é algo que depois relevamos, até porque fica uma idéia de ‘fuga imaginária’ (uma idéia apenas).

Nessa ilha ele faz amigos (monstros), como o próprio nome já entrega, mas que são aparentemente inofencivos., porém cada um dos monstros possui uma personalidade forte e marcante (sendo um pouco assustador as vezes, em ataques de raiva). Daí, então, começa a amizade entre Max (protagonista) e Carol (o monstro do cartaz), apesar de ser uma amizade entre, digamos,  raças diferentes, o filme consegue passar realmente o laço que a criança constrói, não somente com ele mas com os outros monstros, tendo aquele lugar realmente como um segundo lar.

Os cenários são outro ponto positivo do filme, eles vão de um deserto à uma floresta de arvores altíssimas. Muitos devem pensar que os monstros estão mal feitos, que parecem bonecos ambulantes. Apesar do visual deles, as maquiagens, efeitos e dublagenss estão muito boas, conseguem demonstrar certas feições durante os dialogos. O filme todo parece uma grande brincadeira de criança, pode ser nostágilco para alguns, por lembrar a época em que saiam gritando imitando certos animais que nem o Max.

Conclusão. È um filme simples, inocente, e mais denso e profundo do que pode parecer. O protagonista consegue cativar o publico (pelo menos eu, ele conseguiu) e que suas atitudes não são nada fora da realidade, é o que qualquer criança na idade dele, com a imaginação à todo vapor, faria. Creio que a lição que o filme trás, é algo que todos os pais deviam levar para as suas casas. Diga-se de passagem, o final é emocionante.

Super recomendo.

~

Até a próxima review! Espero que tenham gostado! Abraço!

See ya!

Héliosan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s